Saiba como se alimentar bem para o Enem e outras provas. É Fácil!


O que levar para comer no ENEM? Essa é uma das principais dúvidas dos candidatos que enfrentarão mais de quatro horas de provas, no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), realizado durante sábado e domingo. Para esclarecer suas dúvidas, conversamos com a nutricionista Carmen Zita Pinto Coelho, mestranda na UFMG.

De acordo com Carmen Zita, se alimentar corretamente antes - e durante - a realização do exame interfere positivamente no desempenho do estudante. Isso porque os alimentos fornecem ao cérebro os nutrientes necessários ao seu bom funcionamento. É fundamental que ele [o estudante] tenha uma digestão fácil, mas ao mesmo tempo não fique sem se alimentar?, explica.

Para isso, a nutricionista recomenda que o candidato, antes da prova, mantenha uma alimentação com a qual já está acostumado. ?O velho arroz com feijão é excelente porque vai fornecer, ao mesmo tempo, carboidratos e proteínas ao organismo?, indica. Verduras e legumes também devem estar presentes no prato: eles são fontes de vitaminas do Complexo B e ajudam no metabolismo dos nutrientes calóricos. Quanto à carne, Carmen Zita sugere a escolha da carne branca - como a de aves e peixes -, já que as vermelhas resultam em uma digestão mais demorada, o que pode causar sonolência no estudante. Já para a sobremesa, a nutricionista dá a dica: coma pedaços de abacaxi. Além do sabor doce, a fruta substitui a necessidade de ingerir um liquido, e ainda ajuda na digestão!

Ainda segundo Carmen Zita, algumas pessoas podem se sentir sonolentas após a refeição - consequência do processo digestivo do organismo. ?Eu aconselho que, nesses casos, a pessoa tome algo que possua cafeína, como um café ou guaraná em pó?, fala. Mas, atenção! Tais substâncias devem apenas ser ingeridas se você conhece previamente o efeito em seu organismo.


Durante a prova: evite alimentos gordurosos e não se esqueça de se hidratar!
Foto: Reprodução/UOL.

Já durante o exame, a nutricionista alerta para a importância de se hidratar. ?Em primeiro lugar, pensar na hidratação. Durante a primeira hora, beba água. No meio da prova para frente, um suco de frutas ou água de coco?, sugere. Quanto à alimentação, ela indica que o candidato leve barra de cereais, biscoitos integrais adocicados e bananas, já que são fontes de glicose - e, portanto, de energia! De acordo com Carmen Zita, é interessante que a banana seja consumida após uma hora e meia de prova. Isso porque ela possui a vitamina B6, responsável pela quebra o glicogênio hepático, ou seja, da reserva de glicose presente no fígado.

Nos minutos finais da prova, a nutricionista indica o consumo de um chocolate amargo. ?Ele tem uma concentração de cafeína interessante, algum sabor doce que estimula o cérebro e substâncias que deixam o estudante mais alerta.?, conclui.

O que não comer e beber:

? Alimentos de difícil digestão e que podem causar sonolência: carnes vermelhas, queijos gordos, frituras e leite;

? Energéticos: Tome cuidado! Caso o energético possua estimulantes em excesso - como muita cafeína - o resultado pode ser inverso: ao invés de estimular, a bebida pode tornar o candidato agitado e desconcentrado.

Por Isabela Rezende

ir para: artigos >>





Início    Teste Vocacional    Exercícios    Provas    Carreiras    Contato